sexta-feira, 18 de abril de 2008

A Felicidade exige coragem

Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes : mas, não me esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo, e que eu posso evitar que ela vá à falência !
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desaires, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixarmos de ser vítimas dos problemas e tornarmo-nos autores da nossa própria história.
É atravessar desertos fora de nós, mas sermos capazes de no recôndito da nossa alma encontrar um oásis.
É cada manhã agradecer a Deus pelo milagre da vida.
Ser feliz é não termos medo dos próprios sentimentos. É sabermos falar de nós próprios. É termos coragem para ouvir um "não". É termos segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
"Pedras no caminho ? Guardo todas, um dia vou construir um castelo ..."

Fernando Pessoa

6 comentários:

Ibel disse...

Andei há tempos à procura deste texto de Pessoa. Hoje abro o teu blogue e dou de caras com ele.
Veio a calhar, António Mota.
Todos nós temos pedras para construir o nosso castelo.
Nisso,a humanidade é quase toda parecida,embora uns tenham umas pedrinhas e outros pesados pedregulhos.Uns vão ficar-se pela celebração do lançamento da primeira pedra;outros talvez consigam pôr o castelo de pé; outros vão ficar de pé sobre as ameias do castelo que construiram.
E mesmo aqueles que tu penses que te apedrejaram, deram-te "beijos" quando foi necessário. E isso não pode ser esquecido.E esses também têm admiração por ti.A verdade tem que ser dita com toda a verdade.
Pessoalmente,quero deixar"aqui", por escrito,a minha gratidão, por teres sido a grande voz da indignação da nossa escola contra esta política educativa de afronto aos professores e à escola pública.Quero que os teus netos leiam isto no Tempo Breve, tempo de um avô que foi um líder em tempo de defesa da dignidade,avô que era filho de um "artista" que ele traz coladinho ao coração e com o qual dialoga em noites de estrelas,junto a um tanque cheio de voz de limpa humanidade.
Quero também que se questionem sobre a Ibel.
E por falar em Ibel, não vai um fruto lavado de mar?

Carpe Diem = ) disse...

Lindo :)

Um abraço

Elisabete disse...

Parece que estamos "em ressaca"...
Meus queridos amigos, a luta nunca termina.
Não há nada perfeito e a Educação nunca será como nós a sonhamos. Mas terá a vida algum significado quando desistimos dos nossos sonhos? O tempo é breve, de facto. Mas a sua importância depende do modo como o vivemos, não dos dias que durar.
Vá lá! Choremos todos nos ombros uns dos outros, fazendo uma pausa para ganhar forças. Depois é arregaçar as mangas e falar claro, afastando as redes em que nos enredaram.
Coragem! As coisas terão de mudar, mais tarde ou mais cedo.
Abraços

João disse...

permita ibel apenas um acrescento ao seu comentário pois saltou uma geração :)
... "Quero que os teus netos leiam isto no Tempo Breve, tempo de um avô que foi um líder em tempo de defesa da dignidade,avô que era filho de um "artista" que ele traz coladinho ao coração e com o qual dialoga em noites de estrelas,junto a um tanque cheio de voz de limpa humanidade."...
Pois tenho o nome DESSE "artista", sou culpado pelo tanque, tio das netas, e um ORGULHO ENORME no VALENTE PAI que TENHO...
Passeio-me aqui diariamente, mas não poderia de deixar que saltasse a parte dos filhos que o AMAM, ADMIRAM, SE ORGULHAM, E SABEM O LUTADOR QUE TÊM EM CASA.
Também nao podia deixar de falar no encanto que é a vossa troca de mimos... Um beijo muito grande IBEL
Outro para ti PAI

Ibel disse...

Ó João, fiquei tão comovida.Tem mesmo razão para estar orgulhoso pelo pai que tem e de dizê-lo com letra maiúscula.
Eu cá corro tudo a beijos.Um para si.

Adriana disse...

Não esqueçamos os “Filhos emprestados”:)

Em nome dos “Filhos emprestados” venho dizer que muitos são os que por aqui passam frequentemente. Assim como eu, em busca de uma lufada de ar fresco.
Também nós nos enchemos de orgulho!
Quando nos juntamos para o café ouve-se: “tens ido ao bloge?”:)

Deixo-lhe um abraço

P.S: Ouvi dizer que já tenho um rosto, fiquei muito vaidosa:)