quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Os segredos da maçã

A fotografia em baixo deveria ter texto e título. Título parece que já o tem, embora não definitivo; textos também já tem, na forma dos comentários. Aproveitem para os ler.
Mas hei-de voltar a ela, a esta fotografia. E dar-lhe-ei o seu título, e dar-lhe-ei o seu texto, que não poderá ser longo. É que fui eu que a tirei, mas não lhes digo aonde. Ela tem aqueles segredos que se vêem e se ouvem, que se cheiram e se afagagam, e que têm o sabor inteiro daquela primeira maçã. Só quem não sabe os não vê, a eles, a esses segredos; (Oh, diabo, parece que já encontrei o fio para o tal texto; mas fico-me por aqui).
Agora vou passar à frente, começando por fazer aquilo que já devia ter feito: ler com a devida atenção os comentários que aqui deixaram, e aos quais não dei resposta.
É o que irei fazendo.
E se eu lhe deixasse aqui um "Bom dia" só para si?

2 comentários:

desléxico disse...

E céu lhe deichace uma boua noute só paraci xea de seu?

TempoBreve disse...

Se você fizesse isso, eu teria que lhe agradecer. Não deixou a "boua noute", mas chegou a pôr a hipótese: por isso lhe agradço à mesma, embora com um dia ou dois de atraso.
Um abraço para si.
:-)